Percepções de enfermeiros acerca das vulnerabilidades para DST/Aids diante das conexões do processo de adolescer

Ítalo Rodolfo Silva, Glaucia Valente Valadares, Antonio Marcos Tosoli Gomes, Nereida Lucia Palko dos Santos, Thiago Privado da Silva, Joséte Luzia Leite

Resumo


Objetivo: conhecer a percepção de enfermeiros acerca das vulnerabilidades para as DST/Aids diante das conexões do processo de adolescer.
Método: pesquisa qualitativa, com 15 enfermeiros, em um núcleo de estudos da saúde do adolescente de um hospital universitário do Rio de Janeiro/Brasil. Utilizou-se como referenciais teórico e metodológico, respectivamente, a Teoria da Complexidade e a Teoria Fundamentada nos Dados. Técnica de coleta de dados: entrevistas semiestruturadas, realizadas de janeiro a agosto de 2012.
Resultados: apresenta-se a categoria Percepção de enfermeiros acerca das vulnerabilidades para as DST/Aids diante das conexões do processo de adolescer e as subcategorias: Riscos e incertezas do processo de adolescer: caminhos para as DST/Aids; Complex-idade-adolescência: ampliando entendimentos a partir da percepção de enfermeiros.
Conclusão: compreendendo a complexidade da adolescência, os enfermeiros desenvolvem estratégias para a redução de vulnerabilidades para as DST/Aids. Sinaliza-se a necessidade de investimento em ensino, assistência e gerenciamento do cuidado de enfermagem ao adolescente.
Palavras-chave: Enfermagem. Adolescente. Doenças sexualmente transmissíveis. Vulnerabilidade em saúde.


Palavras-chave


Enfermagem; Adolescentes; Doenças Sexualmente Transmissíveis

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447