Tecnologias de cuidado em saúde mental para o atendimento ao usuário de crack

Cintia Nasi, Gustavo Costa de Oliveira, Annie Jeanninne Bisso Lacchini, Jacó Fernando Schneider, Leandro Barbosa de Pinho

Resumo


Objetivou-se identificar tecnologias de cuidado em saúde mental para o atendimento ao usuário de crack em um Centro de Atenção Psicossocial para Álcool e outras Drogas (CAPSad). Estudo qualitativo, avaliativo, tipo estudo de caso, desenvolvido em um CAPSad, utilizando-se a Avaliação de Quarta Geração. A coleta de dados ocorreu de janeiro a março de 2013, por meio de entrevistas semi-estruturadas, gravadas, aplicadas a 36 sujeitos, sendo eles: profissionais de saúde, usuários, familiares e gestores. A análise identificou a categoria estratégias no trabalho em saúde mental. Os resultados evidenciaram que se devem propiciar espaços de valorização do diálogo, com intuito de elucidar o processo de internação psiquiátrica ao usuário e família, bem como envolvê-la na terapêutica, implementando práticas educativas e reflexão permanente das ações em saúde mental. Conclui-se que é importante problematizar as tecnologias de cuidado no cotidiano dos serviços, face a complexidade do fenômeno do uso de crack.


Palavras-chave


Saúde mental; Serviços de saúde; Transtornos relacionados ao uso de substâncias; Enfermagem

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447