Grupo e funcionamento grupal na atividade dos enfermeiros: um conhecimento necessário

Eliane Grossmann, Eglê Kohlrausch

Resumo


Este estudo verificou o conhecimento de enfermeiros sobre grupos e funcionamento grupal, bem como as premissas que fundamentam suas atividades enquanto coordenadores de suas equipes de trabalho. Pesquisa delineada pela abordagem exploratório-descritiva, realizada em um hospital universitário de Porto Alegre, Brasil. Pelos resultados, 97% dos participantes gostam de trabalhar em grupo e 77,7% utilizam conhecimento empírico e teórico embasando suas atividades. Contudo, a maioria desconhecia o significado de grupo operativo e supostos básicos. Utilizando o conhecimento empírico e teórico, o enfermeiro pode ter instrumentos para trabalhar com as emoções do grupo e fundamentar o seu agir no cuidado ao cliente.

Palavras-chave


Equipe de enfermagem; Estrutura de grupo; Educação em enfermagem

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447