A Teoria da Atividade como referencial conceitual para a enfermagem

Denise Costa Dias

Resumo


A busca de referenciais teóricos para subsidiar e repensar a prática de enfermagem, assim como para embasar a pesquisa e o ensino, tem sido uma preocupação dos pesquisadores da enfermagem contemporânea. Este artigo propõe um olhar para o pressuposto pedagógico, que sustenta a utilização da Teoria da Atividade, o de capacitar os indivíduos a aprender a aprender, de construir e buscar o conhecimento. Esta teoria pressupõe, também, ações em contextos dinâmicos de ação-operação, característica que deve ser enfatizada no ensino de enfermagem, assim como no desenvolvimento de habilidades necessárias para o trabalho em grupo.

Palavras-chave


Educação em enfermagem; Cuidados de enfermagem; Pesquisa

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447