O trabalho emocional na práxis de enfermagem

José Manuel da Silva Vilelas, Paula Manuela Jorge Diogo

Resumo


Trabalho em saúde é, por sua natureza, uma atividade de emoções intensas e, assim, é um terreno propício para a exploração das emoções no local de trabalho e em diferentes contextos de cuidados de enfermagem. Trata-se de um terreno muito fértil, se a atenção se focar nas emoções do cliente, dos enfermeiros, das equipas, nas interações dos atores envolvidos. Este artigo de carater teórico-reflexivo pretende explorar o conceito de trabalho emocional no contexto de cuidados de enfermagem. Adotaram-se referenciais teóricos de diversas áreas do conhecimento, nomeadamente sociologia e enfermagem, para explicitarem a concetualização da temática. Estudos sobre o trabalho emocional têm contribuído para o entendimento da crucial gestão de emoções nas instituições de saúde, bem como do impacto tanto positivo como negativo sobre clientes e profissionais. O desenvolvimento da concepção de trabalho emocional em enfermagem tem gerado e mobilizado inúmeras abordagens teóricas e perspetivas para explicar este conceito.


Palavras-chave


Emoções; Inteligência Emocional; Cuidados de Enfermagem



ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447