O acontecer do cuidado de enfermagem ao ser-criança que convive com AIDS: ser, saber e fazer compartilhado

Cristiane Cardoso De Paula, Maria Da Graça Oliveira Crossetti

Resumo


Este artigo é resultado de reflexões resultantes da dissertação Encontro de cuidado, vivido e dialogado, da equipe de enfermagem com o ser-criança que convive com AIDS, que objetivou compreender o significado deste cuidado sob o olhar da Teoria de Enfermagem Humanística de Paterson e Zderad. Constituiu-se em um estudo qualitativo existencial-fenomenológico com análise hermenêutica proposta por Motta e Crossetti, à luz de Ricoeur. Desvelou-se a expressividade do cuidado como: ato de vida; autêntico; encontro vivido e dialogado; necessidade de cuidar de si para abertura ao encontro; maternagem; necessidade de aproximar o mundo do hospital do mundo da criança e atitude de compaixão.

Palavras-chave


Cuidado da criança; Cuidados de enfermagem; Teoria de enfermagem; Síndrome da imunodeficiência adquirida; Humano.

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447