Contexto organizacional e gerência do cuidado pelos enfermeiros em unidades de pronto atendimento

José Luís Guedes dos Santos, Aline Lima Pestana, Giovana Dorneles Callegaro Higashi, Roberta Juliane Tono de Oliveira, Sônia da Silva Reis Cassetari, Alacoque Lorenzini Erdmann

Resumo


Este estudo teve por objetivo compreender os significados atribuídos às configurações do contexto organizacional e à atuação dos enfermeiros na gerência do cuidado em uma Unidade de Pronto Atendimento. Pesquisa qualitativa que utilizou como referencial metodológico a Teoria Fundamentada nos Dados. A coleta de dados ocorreu de setembro de 2011 a junho de 2012, por meio de entrevistas semiestruturadas com 20 participantes, de duas Unidades de Pronto Atendimento do sul do Brasil, distribuídos em três grupos amostrais. O contexto da UPA é marcado pela presença de limitações que dificultam a comunicação e interação entre os profissionais e busca por atendimento de pacientes com demandas não resolvidas em outros níveis de atenção. Nesse cenário, os enfermeiros destacam-se pelo desempenho da dimensão gerencial do seu trabalho, assumindo a responsabilidade pela gerência do cuidado e articulação das ações profissionais em prol de melhores práticas assistenciais.


Palavras-chave


Cuidados de enfermagem; Gerência; Enfermagem em emergência; Serviços Médicos de Emergência

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447