Grau de dependência de pacientes em relação à assistência de enfermagem em uma unidade de internação clínica

Jaqueline Petittembert Fonseca, Isabel Cristina Echer

Resumo


O estudo classifica pacientes hospitalizados numa unidade de internação clínica segundo escala,baseada nas necessidades individualizadas de cuidado de enfermagem, categorizando os cuidados em: mínimos, intermediários, semi-intensivos e intensivos através da avaliação de 13 indicadores críticos. Foram realizadas 968 avaliações, evidenciando um índice de 97.8% de leitos avaliados numa unidade com 45 leitos no período de 19/02 a 19/03 de 2002. Destes, 68% dos pacientes apresentaram necessidade de cuidados mínimos, 26,7% de cuidados intermediários, 5,3 % de semi-intensivos. O estudo fornece subsídios para a implementação de novas pesquisas e indagações no campo da quantificação de recursos humanos em enfermagem.

Palavras-chave


recursos humanos de enfermagem no hospital; pacientes/classificação; níveis dos cuidados de saúde.

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447