Estratégias para o enfermeiro enfrentar o stress em seu trabalho com portador de transtorno mental

José Roberto Alves da Costa, Josefa Vieira de Lima

Resumo


Trata-se de pesquisa quantitativa para avaliar estratégias de coping no enfrentamento do stress no trabalho do enfermeiro com portador de transtorno mental. Foi realizada em sete hospitais psiquiátricos no município de Fortaleza, Ceará. Utilizaram-se como instrumentos: dados sócio-demográficos para descrição da amostra, inventário para identificar características individuais de coping. A amostra abrangeu 42 participantes, sendo a maioria do sexo feminino, o que corresponde a 92,9% do total. Pode-se concluir que, para lidar com essas situações de stress, a maioria dos enfermeiros utilizou estratégias focalizadas no problema, resolvendo-o no momento em que surgiu ou tentando rever a situação, podendo-se prever ter havido uma atitude de engajamento.

Palavras-chave


coping; estresse; serviços de enfermagem; transtorno mental/enfermagem.

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447