Gastos com exames complementares desnecessáriospara hipertensos e diabéticosnos serviços de saúde

Thiago Roberto Castellane Arena, Marli de Carvalho Jericó, Liliana Cristina Castro, Valéria Castilho, Antonio Fernandes Costa Lima

Resumo


Este estudo objetivouanalisarasolicitação e os gastos com exames complementares desnecessários para pacientes hipertensos e diabéticos nos serviços de saúde. Trata-se de estudotransversalretrospectivo,utilizando dados de prontuários de 293 pacientescadastrados nas unidades de níveis primário – Núcleode Saúde da Família (NSF3), secundário - Centro de Saúde Escola (CSE) e terciário - Hospital das Clínicas (HC), no período de 2006 a 2009 em um município da região sudeste do Brasil. Observou-se um total de 9.522 exames laboratoriais totalizando R$28.208,28, sendo568(5,97%) desnecessários - R$1.641,58. Destes, cerca de R$952,12(58%) foram solicitados pela NSF3 e R$689,46(42%) pelo CSE. Os resultados sugerem que ocorre falta de integraçãonos diferentes níveis de atenção à saúde,
acarretando má alocação de recursos e gastos desnecessários.


Palavras-chave


Gastos em Saúde; Hipertensão; Diabetes Melitus; Saúde da Família.

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447