A realidade do trabalho e o processo de construção da identidade do enfermeiro

Laura Filomena Santos de Araújo Netto, Flávia Regina Souza Ramos

Resumo


Este estudo procura compreender a relação entre a realidade
do trabalho cotidiano do enfermeiro e o processo de construção desta identidade, utilizando a teoria sociológica do cotidiano de Agnes Heller como principal referência. As possibilidades de expressão e realização do trabalhador se dão através de elementos objetivos e subjetivos da realidade do trabalho que incidem sobre o trabalhador como ordenadores e tensionadores do seu trabalho cotidiano; estes determinantes do trabalho imprimem marcas ao trabalhador e produzem impactos, dando o sentido da qualidade do trabalho e configurando as possibilidades concretas do trabalhador manifestar-se como Ser inteiro, orientando a construção de sua identidade.

Palavras-chave


enfermeiros; papel do profissional de enfermagem;atividades cotidianas.

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447