Produção do conhecimento na área de enfermagem na Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai

Celmira Lange, Sonia Maria K. Meincke, Eda Schwartz

Resumo


A pesquisa está sendo ressaltada como um caminho em prol do reconhecimento da enfermagem. A produção do conhecimento das tendências de linhas de pesquisa em Enfermagem na Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai, na década de 90, foi parte integrante de um estudo cuja finalidade foi conhecer o impacto da profissão para a saúde na América Latina e no Caribe. A metodologia utilizada foi a pesquisa exploratória quantitativa, e as bases de dados são as fontes de informação do Lilacs e Medline. Os temas de investigação mais freqüentes versam sobre a profissão enfermagem com 13,2%. Nas linhas de pesquisa em enfermagem, a profissional destacou-se com 41 %, sendo abordadas a técnica e a metodologia. O Chile produziu 86,8% dos resumos. A fonte de financiamento dos trabalhos não é referida em 86,8% dos resumos e 50,7% das publicações possuem um autor. Os enfermeiros devem estar atentos para investir no aumento dessa produção.

Palavras-chave


Enfermagem; Produção do conhecimento; Argentina; Chile; Paraguai e Uruguai

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447