Alcance da teoria de King junto a famílias de pessoas portadoras de hipertensão arterial sistêmica

Thereza Maria Magalhães Moreira, Thelma Leite de Araújo, Lorita Marlena Freitag Pagliuca

Resumo


Objetivou-se verificar o alcance da Teoria de King, (King, 1981) junto a famílias de pessoas portadoras de hipertensão arterial sistêmica. O estudo constou de análise do alcance da teoria de King; verificação da aplicabilidade dessa no contexto familiar relatado por Moreira (1999) e construção de conceito de família com doentes crônicos, compatível com a teoria. Os achados mostram uma teoria interacionista, vulnerável na fronteira e com elementos de conteúdo e contexto não firmemente definidos. Na situação enfocada, construiu-se uma definição de família, constatando sua possibilidade de utilização como parte do sujeito da teoria de King.

Palavras-chave


Modelos de análise de teorias; Família; Doenças crônicas

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447