Acidente do trabalho por material perfurocortante em trabalhadores de enfermagem

Cybelle Cristina Tomazin, Maria Cecília Cardoso Benatti

Resumo


O objetivo foi levantar a ocorrência de acidentes do trabalho por material perfurocortante. A população foi composta pelo universo dos trabalhadores de enfermagem que se acidentaram no trabalho. Dos 22 entrevistados, de sexo feminino e idade média de 38 anos, 59,1% eram auxiliares de enfermagem, 22,7% enfermeiras, 9,1% técnicas de enfermagem e 9,1% atendentes de enfermagem. O mês de maior ocorrência foi junho. O maior número de acidentes foi às 15 horas. A Neonatologia apresentou maior número de acidentes. As áreas mais atingidas foram as mãos, com ferimentos punctórios. No momento do acidente, 50% usavam luvas e 86,4% eram vacinados.

Palavras-chave


Enfermagem do trabalho; Acidente do trabalho; Riscos ocupacionais

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447