Elementos constituintes da identidade de enfermeiro no discurso de graduandos

Elenice Valentim dos Santos Silva, Débora Isane Ratner Kirschbaum

Resumo


A identidade é quase sempre concebida através da eleição de uma série de atributos que qualificam o que deve ser considerado verdadeiramente próprio; busca suprir carências que impediriam o sujeito de ocupar o lugar de agente de construção de seu próprio destino. Teve-se como objetivo apreender a identidade de enfermeiro construída por um grupo de estudantes de Graduação em Enfermagem. A metodologia de pesquisa empregada é a qualitativa. O “cuidar” é predominante nos discursos dos alunos quando questionados sobre o que significa ser enfermeiro. Entretanto, poucos foram os que procuraram definir o que seria este cuidar. A partir do discurso dos alunos, verificou-se que ser enfermeiro está muito relacionado ao “fazer”, por mais que estes afirmassem o aspecto intelectual do trabalho. Outra questão discutida neste estudo é o fato de os alunos não mencionarem a influência docente na construção de sua percepção do enfermeiro.

Palavras-chave


Enfermagem; Estudantes de enfermagem; Identidade

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447