“... se a gente não tem família, não tem vida!” concepções de famílias de classe popular cuidadoras de pessoa idosa fragilizada

Marion Creutzberg, Beatriz Regina Lara dos Santos

Resumo


Trata-se de pesquisa de cunho qualitativo que teve como objetivo desvelar concepções de famílias de classe popular cuidadoras de pessoa idosa fragilizada no domicílio, relacionadas a aspectos do cuidado ao idoso no contexto familiar. A metodologia utilizada é o Estudo de Caso do Tipo Etnográfico. A coleta de dados foi realizada com Observação Participante e Entrevista com quatro famílias. Através da análise de conteúdo foram identificados quatro temas relacionados às concepções das famílias: o significado de saúde-adoecimento, de família, de velhice e do cuidado ao idoso fragilizado no domicílio.

Palavras-chave


Família de classe popular; Cuidador familiar; Idoso; Idoso fragilizado; Cuidado de enfermagem domiciliar

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447