Alterações na prática profissional deenfermeiros de um hospital de ensino do interior paulista, em consequência ao surgimento do hiv/aids

Elucir Gir, Adriana Maria da Silva, Fabiana Prado Potiens Costa, Miyeko Hayashida

Resumo


Realizou-se esta investigação, com o objetivo de identificar as alterações na prática profissional de enfermeiros, de um hospital de ensino público, ocorridas em consequência ao surgimento do HIV/Aids. Através de entrevista com 100 enfermeiros, obteve-se que 76 (76,0%) referiram alteração na prática profissional. Desses,52 (68,4%) mencionaram respostas referentes à paramentação; 17 (22,3%) sobre educação continuada e 7 (9,2%) sobre assistência de enfermagem. De um total de 76 justificativas, apresentadas pelos enfermeiros, 46 (60,5%) relacionaram-nas com o medo
de infectar-se; 30 (39,5%) com a assistência. Esse estudo mostrou que o surgimento do HIV/Aids ocasionou várias mudanças nas atividades práticas de enfermeiros, principalmente aquelas relacionadas à paramentação
tendo como preocupação primordial o medo de infectar-se. Programas de educação continuada que visem não só identificar as causas que determinam a baixa adesão às precauções padrão e comportamentos indesejáveis na
assistência são necessários, bem como a vigilância da biossegurança.

Palavras-chave


HIV/Aids; prática de enfermagem; paramentação;trabalhadores de enfermagem.

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447