A rede de atenção à saúde mental a partir da Estratégia Saúde da Família

Christine Wetzel, Leandro Barbosa de Pinho, Agnes Olschowsky, Ariane da Cruz Guedes, Marcio Wagner Camatta, Jacó Fernando Schneider

Resumo


A Estratégia de Saúde da Família (ESF) é um importante aliado na rede de atenção à saúde mental, contribuindo para a integralidade e efetividade do cuidado. Este estudo teve como objetivo discutir a rede de atenção em saúde mental a partir do cotidiano de uma ESF. É um estudo avaliativo, com abordagem metodológica qualitativa. Foi desenvolvido em uma ESF de Porto Alegre, RS, Brasil. Os dados foram coletados entre julho e dezembro de 2010, por meio de entrevistas com 16 trabalhadores e dez familiares. Identificamos importantes recursos de cuidado na atenção básica, como a parceria com a academia. No entanto, a constituição desse cuidado ainda está embasada no especialismo, com a lógica do encaminhamento. Pretendemos com esse estudo contribuir para a operacionalização da rede de cuidados em saúde mental, consolidando a parceria com a ESF e desenvolvendo ações no espaço territorial, sensibilizando e desmistificando a atenção na área como unicamente especializada. 

Descritores: Saúde mental. Serviços de saúde. Atenção primária à saúde.


Palavras-chave


Saúde mental; Serviços de saúde; Atenção primária à saúde

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447