Interface cuidado-investigação em enfermagem

Célia Alves Rozendo, Neusa Collet

Resumo


Neste estudo, as autoras têm por objetivo discutir a interface cuidarinvestigar na prática assistencial da enfermagem no âmbito hospitalar, a partir de suas experiências profissionais. O substrato da discussão é o cuidador/ser cuidado. Destacam o cuidado como objeto de pesquisa e a importância da investigação para a melhoria da qualidade da assistência.
Pontuam a interdisciplinaridade como um dos recursos possíveis para a construção do cuidado integral e de uma ação terapêutica que ultrapasse o biológico, numa perspectiva de co-participação, assim como a necessidade de promover e estimular a realização de investigações nas unidades de assistência hospitalar. O âmbito da investigação
sobre o cuidado ultrapassa sua internalidade, requerendo competência técnica, compromisso ético e coerência entre os diversos saberes
que o envolvem. Salientam a necessidade de superar as dicotomias
cuidar-investigar, pesquisando enquanto se cuida e cuidando enquanto
se pesquisa. Apontam a importância de se criarem grupos de pesquisa
nas unidades hospitalares, quando possível integrados aos grupos de
pesquisa das universidades; o estímulo à realização de cursos de pósgraduação
com dispensa de carga horária; a disponibilidade de recursos
financeiros; o incentivo à assinatura de periódicos e aquisição de
bibliografias.

Palavras-chave


cuidado; investigação; enfermagem.

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447