TEMPO DE LIMPEZA E PREPARO DE SALA: RELAÇÃO COM O PORTE CIRÚRGICO E PERSPECTIVAS PROFISSIONAIS

Marla Andréia Garcia de Avila, Suzimar de Fátima Benato Fusco, Ivana Regina Gonçalves, Silvia Maria Caldeira, Carlos Roberto Padovani, Hugo Hyung Bok Yoo

Resumo


Objetivou-se verificar a associação entre tempo de limpeza e preparo de sala cirúrgica (TLPS) com o porte cirúrgico, bem como relacionar facilidades e dificuldades atribuídas a essa tarefa pelos circulantes de sala. Método misto com abordagem quantitativa transversal, retrospectiva, com amostra de 3095 cirurgias realizadas de janeiro a junho de 2011, e abordagem qualitativa pela Análise de Conteúdo Temática acerca do discurso de 11 circulantes. A média do TLPS foi menor nas cirurgias de porte 1, aumentando nos portes 2, 3 e 4 com diferença significativa. As facilidades relatadas foram sobre organização e dimensionamento de pessoal, e as dificuldades, sobre materiais perfurocortantes misturados ao instrumental cirúrgico e número reduzido de profissionais da limpeza. Quanto maior o porte cirúrgico, maior o TLPS. As equipes atuantes no Centro Cirúrgico interferem diretamente no processo, facilitando ou dificultando o alcance das metas institucionais de qualidade e produtividade.


Palavras-chave


Enfermagem de Centro Cirúrgico; Indicadores de Gestão; Procedimentos Cirúrgicos Operatórios.

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447