Métodos contraceptivos comportamentais: tecnologia educativa para deficientes visuais

Lorita Marlena Freitag Pagliuca, Marilena Lima Rodrigues

Resumo


Os deficientes visuais têm seu acesso dificultado a informações referentes a planejamento familiar, justificando-se portanto, a criação de recursos pedagógicos destinados a educação para saúde em planejamento familiar, particularmente, em métodos comportamentais, entre eles o de Ogino-Knaus, temperatura basal corporal e o de Billings. Este trabalho é a descrição do desenvolvimento desses recursos que contou com dois momentos metodológicos: no primeiro, foram elaborados métodos educativos de forma a explorar o tato e a audição e, no segundo, estes foram testados em um curso ministrado para deficientes visuais. Os conhecimentos dos participantes foram considerados antes e após cada aula, para avaliar a aprendizagem, e permitiu perceber que o que antes fazia parte só da imaginação do cego, tornou-se concreto e melhor compreendido.

Palavras-chave


Métodos contraceptivos; Tecnologia educativa; Deficiente visual

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447