Anticoncepção de emergência: conhecimento e atitude de acadêmicos de enfermagem

Danyelle Lorrane Carneiro Veloso, Valéria Costa Peres, Juliane da Silveira Ortiz de Camargo Lopes, Janaína Valadares Guimarães, Ana Karina Marques Salge

Resumo


Objetivou-se identifi car o conhecimento e a atitude em relação à anticoncepção de emergência de estudantes de enfermagem de uma universidade pública de Goiás. Utilizou-se a metodologia descritiva e analítica com abordagem quantitativa, com aplicação de questionário, de fevereiro a maio de 2011, sobre comportamento sexual e o conhecimento dos estudantes acerca da anticoncepção
de emergência. Participaram do estudo 178 estudantes. O conhecimento se confi rmou pela alta frequência de acertos às perguntas, principalmente as referentes ao tempo correto e as indicações de uso (entre 86% - 96%). Apesar de muitos estudantes utilizarem esse método, ainda persistem algumas dúvidas quanto ao mecanismo de ação, efeitos colaterais e disponibilidade de acesso (frequência de acertos inferior a 50%). Nota-se a necessidade de desenvolvimento de políticas educacionais que estimulem a promoção da educação sexual em escolas e universidades.


Descritores: Anticoncepção pós-coito. Comportamento contraceptivo. Estudantes. Sexualidade.


Palavras-chave


Anticoncepção pós-coito; Comportamento contraceptivo; Estudantes; Sexualidade;

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447