Relações entre gênero e representações holistas de saúde – doença

Fátima C. V. Perurena

Resumo


O artigo examina as possíveis relações entre gênero e representações holistas de saúde – doença tendo como parâmetro o uso da medicina floral. Apresenta um breve histórico do desenvolvimento da medicina tradicional e o surgimento das chamadas práticas terapêuticas alternativas. Ao entender o gênero como um processo de construção social, sugere uma proposta de abordagem teórica que explique a maior presença de mulheres entre usuários e terapeutas florais.

Palavras-chave


Gênero; Processo saúde-doença; Medicina floral; Prática terapêutica alternativa

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447