QUALIDADE DE VIDA ENTRE MULHERES COM EXCESSO DE PESO E DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS

Paula Martins Horta, Andrezza Helena Cardoso, Aline Cristine Souza Lopes, Luana Caroline dos Santos

Resumo


O estudo objetivou identificar a qualidade de vida e os fatores a ela associados entre mulheres com excesso de peso
e doenças crônicas não transmissíveis. Tratou-se de estudo transversal com uma amostra de conveniência formada
por 50 usuárias adultas e idosas de uma academia da cidade de Belo Horizonte(MG), Brasil. Para a avaliação da
qualidade de vida, utilizou-se instrumento WHOQOL-bref. Realizou-se análise descritiva e regressão linear uni e
multivariada. “Relações sociais” foi o domínio que mais contribuiu para a qualidade de vida, seguido do domínio
“físico”. Associaram-se a pior qualidade de vida a presença autorreferida de gastrite/úlcera (ß=-11,890; p=0,011),
uso de medicamentos (ß=-7,730, p=0,035), maior consumo per capita de açúcar (ß=-0,092; p=0,045), valores elevados
de índice de massa corporal (ß=-1,218; p=0,048) e maior consumo de carboidratos (ß=-0,382; p=0,042). Concluiu-se
que muitos são os fatores relacionados à qualidade de vida, que devem ser considerados nos programas de saúde.


Palavras-chave


consumo alimentar; doença crônica; obesidade; sobrepeso; qualidade de vida

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447