Atenção primária de enfermagem à comunidade da Vila Zero Hora: uma nova abordagem social

Arlete Spencer Vanzin, Maria Elena da Silva Nery

Resumo


As autoras, após reflexão sobre a prática de enfermagem, reorientaram o processo de ensino-aprendizagem na comunidade, dentro de uma nova abordagem social que implica na participação efetiva da população e das autoridades sanitárias. Assim, optaram pela delimitação de uma área de atuação, visando medir os resultados, gerar necessidade social da enfermagem, vínculo enfermeiro/cliente e adequar o ensino e a pesquisa à realidade social. O objetivo é identificar as necessidades básicas dos residentes da vila escolhida e com ele estabelecer prioridades, planejar ações de saúde e educativas em harmonia com atenção primária da enfermagem. O método utilizado nesta pesquisa foi o estudo sistemático de família, mediante aplicação de um formulário à domicílio. Os aspectos relevantes dos resultados são? 70% das crianças de zero a 12 anos tem problemas respiratórios; 13% dos adultos são alcoólatras; 30% fumantes; 60% vivem em más condições de habilitação e saneamento; 35% são analfabetos; existem insetos, roedores e excesso de cães e gatos.

Palavras-chave


Abordagem social; Participação e necessidades básicas

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447