Comunicação terapêutica na prática profissional e social do enfermeiro

Aidê Ferreira Ferraz, Marília Alves, Marisa Ribeiro Bastos Peixoto

Resumo


Este trabalho foi realizado visando identificar o conhecimento de enfermeiros sobre as estratégias de comunicação terapêutica e modos de comunicação não terapêutica e analisar sua aplicação na sua prática profissional e social. A população foi composta por enfermeiros de serviço. As estratégicas consideradas para estudo foram aquelas agrupadas por Stefanelli (1985). Os resultados permitiram concluir que os enfermeiros não conhecem as estratégicas de comunicação terapêutica e modos de comunicação não terapêutica, embora 42,1% tivessem afirmado Ter aprendido este conteúdo em, algum momento de sua formação acadêmica.

Palavras-chave


Comunicação; Comunicação terapêutica

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447