Discurso, instituição, poder: análise de interação enfermeiro-paciente

Leda Verdiani Tfouni, Emília Campos de Carvalho, Carmem Gracinda Silvan Scochi

Resumo


A presente investigação é uma análise da interação entre enfermeiro - paciente em situação de coleta de sangue. O "corpus" deste estudo consiste de 20 diálogos envolvendo 5 enfermeiros e 20 pacientes. Foi analisada a mecânica da conversação, através da sistemática de troca de turno, bem como as marcas formais que constituem e individualizam tal formação discursiva. Os resultados evidenciam assimetria nesta interação, qualificando tal interação como sendo de controle, dominação e apagamento da individualidade. Tais fatores mostram que a ideologia da instituição hospitalar, com respeito ao paciente, é de imposição da autoridade e de alienação.

Palavras-chave


Discurso; Trocas verbais; Comunicação enfermeiro-paciente

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447