Causas da permanência do recém-nascido na unidade de internação neonatológica – uma proposta de planejamento da assistência de enfermagem nas primeiras horas de vida

Vera Da Poian, Clarice Copstein

Resumo


O presente estudo aborda quarenta recém-nascidos (RN) que apresentam problemas clínicos no período neonatal imediato, permanecendo internados no hospital. Foram analisadas as causas de permanência, sendo relacionados aos estudos de Babson quanto ao risco de morbidade de acordo como crescimento e desenvolvimento intra-uterino. Houve concordância de causas e risco provável em 82% dos recém-nascidos estudados. Os autores sugerem a utilização da tabela de morbidade de Babson & Benson como recurso técnico na avaliação do RN e no planejamento da assistência de enfermagem ao neonato nas primeiras horas de vida.

Palavras-chave


Assistência de enfermagem; Recém-nascidos

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447