A idéia de morte em uma unidade de terapia intensiva

Magali Roseira Boemer, Luci R. Grupioni Rossi, Renata Ruas Nastari

Resumo


O tema da morte em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) é abordado pelas autoras, considerando ser este um setor onde grande ênfase é dada à preservação da vida. A literatura específica foi examinada de modo a apreender a idéia de morte contida nos discursos de pessoas que trabalham em UTI de dois hospitais, através de depoimentos escritos. A análise desses depoimentos, interpretados pelas autoras segundo a trajetória fenomenológica, possibilitou a compreensão do significado do trabalho neste setor aos olhos dos que ali atuam e de como a idéia de morte permeia esses discursos. Os resultados mostraram a necessidade de se criar um espaço para que essas pessoas possam refletir sobre seu cotidiano de trabalho, possibilitando a compreensão da morte como parte da existência humana.

Palavras-chave


Unidade de Terapia Intensiva; Morte; Metodologia fenomenológica

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447