Reforma Sanitária: implicações para o ensino de administração de serviços de enfermagem na comunidade

Tereza Cristina Scatena Villa, Semiramis Melani Melo Rocha, Silvana Martins Mishima, Maria Cecília Puntel de Almeida

Resumo


O objetivo deste trabalho é caracterizar as atividades administrativas realizadas pelo enfermeiro nas instituições de saúde frente ao processo da Reforma Sanitária. Criou-se um instrumento sob a forma de questionário a fim de repensar um referencial teórico para a prática administrativa do enfermeiro. Os dados encontrados mostraram que os enfermeiros estão executando o processo administrativo de forma descontínua e sem fundamentação científica. Há diferenças no que se refere ao gerenciamento que o enfermeiro realiza de acordo com o tipo de instituição, pública e privada, e o nível de assistência à saúde. Quanto às etapas do processo administrativo, a maioria dos enfermeiros não planejam e nem avaliam o cuidado a ser prestado. Supervisionam um plano concebido em outras instâncias da qual pode Ter participado ou não.

Palavras-chave


Administração de serviços de enfermagem; Reforma Sanitária

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447