Complicações do procedimento hemodialítico em pacientes com insuficiência renal aguda: intervenções de enfermagem

Gabriela Lisangela Della-Flora da silva, Elisabeth Gomes da Rocha Thomé

Resumo


Estudo transversal retrospectivo que identificou a prevalência de complicações, durante a terapia hemodialítica, em pacientes com insuficiência renal aguda (IRA) no centro de tratamento intensivo de um hospital universitário e as condutas de enfermagem realizadas durante esses episódios. Foram analisados 65 prontuários (282 sessões) de pacientes com diagnóstico médico de IRA, que realizaram terapia de substituição da função renal e que apresentaram complicações durante as sessões de hemodiálise. Observou-se que as complicações intradialíticas mais prevalentes nas sessões foram: hipotensão arterial (35%), hipotermia (29%) e falta de fluxo no acesso vascular (24,1%). A conduta de enfermagem priorizada durante os episódios de complicações constituiu-se pela avaliação clínica (66,8%) e pela avaliação do nível de consciência (59,9%). A busca de intervenções de enfermagem adequadas às diferentes situações no atendimento ao paciente em hemodiálise, assim como a educação permanente da equipe de enfermagem, são ações que podem minimizar os índices de intercorrências.

Palavras-chave


Insuficiência Renal Aguda; Diálise Renal; Cuidados de enfermagem

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447