ACOMPANHAMENTO DOS DESFECHOS CLÍNICOS NO PRIMEIRO ANO DE VIDA DE PREMATUROS

Cristiane Raupp Nunes, Leticia Gabriel Abdala, Mariur Gomes Beghetto

Resumo


O estudo investigou desfechos clínicos do primeiro ano de vida de prematuros egressos da Unidade de Terapia Neonatal (UTIN), a partir de dados da mortalidade, reinternação e do desenvolvimento motor destas crianças. Tratou-se de uma pesquisa de coorte retrospectiva. A amostra foi composta 170 de crianças, com idade gestacional menor que 37 semanas, que sobreviveram à internação na UTIN. Os dados foram coletados dos prontuários, do sistema informatizado do hospital e de entrevista telefônica com o responsável pela criança. Observou-se 100% de sobrevida no período estudado, 39,4% dos RN apresentaram reinternações hospitalares, frequentemente (26,5%) por afecções respiratórias. Quanto ao desenvolvimento, verificou-se que, utilizando-se a idade corrigida, foi considerado dentro do esperado. Ao término deste estudo, concluiu-se que os prematuros dos estudos apresentaram boa evolução clínica de observação proposta.

Palavras-chave


Unidade de Terapia Intensiva Neonatal; Prematuro; Recém-nascido de muito baixo peso

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447