A PERCEPÇÃO DOS PAIS FRENTE AO SEU ENVOLVIMENTO NAS ATIVIDADES COM O(S) FILHO(S)

Mara Regina santos da Silva, Maria Emilia Nunes Bueno, Juliane Portella Ribeiro

Resumo


Trata-se de um estudo descritivo exploratório com abordagem quantitativa, que buscou identificar a percepção do pai em relação à importância das necessidades do(s) filho(s); as estratégias utilizadas pelo pai para aproximar-se do(s) filho(s); analisar a influência das tarefas domésticas e da educação do(s) filho(s) na vida do pai. Os sujeitos foram 92 homens com filhos de idade até seis anos, residentes na cidade de Rio Grande, RS. Os resultados apontaram um pai mais participativo nas atividades com os filhos, que valoriza a confiança, a segurança e a proximidade com a família como principais necessidades da criança, e que priorizaram os progressos dos filhos bem como a atenção para ouvir e conversar. A educação dos filhos não agrega mais problemas do que imaginavam, permitindo-lhes planejar a vida como gostariam. Esses achados mostram que, na amostra estudada, o pai está conseguindo desenvolver ações mais afetivas e direcionadas para o envolvimento com o(s) filho(s).


Palavras-chave


Enfermagem; Relações pai-filho; Família; Paternidade

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447