CIRURGIA BARIÁTRICA: REPERCUSSÕES NA VIDA LABORAL DO OBESO

Maria Luiza Lobato Mariano, Claudia Santos Monteiro, Maria Angela Boccara de Paula

Resumo


Pesquisa descritivo-exploratória que objetivou conhecer as repercussões da cirurgia bariátrica na vida laboral do obeso grau III, com pacientes submetidos à gastroplastia em Y de Roux. A coleta de dados foi realizada de junho a julho de 2011, por meio de entrevista individual, originando três Discursos do Sujeito Coletivo: “Mais disposição para o trabalho”, “A vida sem comorbidades” e “Outras repercussões da cirurgia bariátrica”. Foram incluídos 30 pacientes com média de idade 44±12 anos, sendo 24 (80%) do sexo feminino, 19 (63%) que trabalhavam, 10 (34%) que não trabalhavam, um (3,3%) estudante, 23 (96%) hipertensos e oito (33%) com diagnóstico de Diabetes Mellitus. Constatou-se, também, que 13 (43%) tinham dificuldades no aspecto físico e que 21 (70%) as tinham no aspecto emocional. A cirurgia bariátrica repercutiu favoravelmente na vida laboral do obeso, uma vez que houve redução das comorbidades e das dificuldades físicas e emocionais, favorecendo a reinserção social e profissional do indivíduo.

Palavras-chave


Ensino; Educação em saúde; Qualidade de vida

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447