AVALIAÇÃO DA ATITUDE DE CRIANÇAS QUE CONVIVEM COM IDOSOS EM RELAÇÃO À VELHICEe

Bruna Moretti Luchesi, Giselle Dupas, Sofia Cristina Iost Pavarini

Resumo


Com o envelhecimento populacional, é importante conhecer como outras faixas etárias percebem os idosos. Trata-se
de um estudo quantitativo, transversal e descritivo, que teve como objetivo avaliar a atitude de crianças que convivem
com idosos, em relação à velhice. Realizaram-se entrevistas com 54 crianças de sete a dez anos, que moravam
com idosos. Após a caracterização sociodemográfica, foi aplicada a Escala Todaro para Avaliação de Atitudes de
Crianças em Relação a Idosos, a qual avalia domínios persona, cognição, relacionamento social e agência. A maioria
das crianças tinha nove anos, era do sexo masculino e morava com um idoso há mais de cinco anos. Os resultados
apontaram atitudes consideradas positivas. O domínio persona apresentou relação com o tempo de moradia com o
idoso. Os resultados deste trabalho permitem que as equipes de saúde planejem ações de intervenção educacional,
visando manter e melhorar as atitudes de crianças em relação aos idosos.

Palavras-chave


Relação entre Gerações; Idoso; Criança; Atitude; Enfermagem Familiar

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447