REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE TRABALHADORES DA ATENÇÃO BÁSICA DE SAÚDE SOBRE ENVELHECIMENTO

Cristina Katya Torres Teixeira Mendes, Antonia Oliveira Silva, Maria Adelaide Silva Paredes Moreira, Tathianny Peixoto Rodrigues, Maria Socorro Costa Feitosa Alves

Resumo


Este estudo teve o objetivo de conhecer as representações sociais sobre envelhecimento construídas por trabalhadores
de saúde da Atenção Básica. Trata-se de um estudo exploratório, com a participação de 204 trabalhadores da
Atenção Básica em Saúde, do município de João Pessoa, Paraíba. Para coleta de dados, foi utilizada uma entrevista
semiestruturada. Os dados obtidos das 204 entrevistas foram analisados com o auxílio do programa informático Alceste, versão 2010. Os resultados apontaram cinco classes ou categorias: visão sobre envelhecimento; dimensões
psicossociais; tempo de dúvidas; envelhecimento como processo; envelhecimento versus doença, com conteúdos
tanto positivos: alegria, atenção, filhos, aposentadoria, cuidador, direitos, maturidade e sabedoria, quanto negativos:
deficiências, decadência, esquecimento, fragilidade, limitação, rugas, dependência e doença. Observou-se que os
sentidos associados ao envelhecimento mostra a necessidade de um cuidar integral e humanizado à pessoa idosa.


Palavras-chave


Trabalhadores; Saúde, Envelhecimento, Enfermagem

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447