RISCOS DA INTERAÇÃO DROGA-NUTRIENTE EM IDOSOS DE INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA

Jessica Sereno Peixoto, Maria Aparecida Salci, Cremilde Aparecida Trindade Radovanovic, Tania Pereira Salci, Maricy Morbin Torres, Ligia Carreira

Resumo


O objetivo do estudo foi verificar riscos da interação droga-nutriente nos idosos residentes em Instituição de Longa
Permanência. Trata-se de estudo descritivo, de abordagem quantitativa, realizado em 73 idosos. A coleta dos dados
ocorreu em 2008, através da análise dos prontuários, história dietética e avaliação do IMC. Os dados evidenciaram que
os medicamentos mais utilizados foram do sistema nervoso e cardiovascular, totalizando 66% das prescrições. Entre 375
medicamentos prescritos, 166 fazem algum tipo de interação, 32,0% diminuem o efeito de absorção do fármaco quando há
utilização de cafeína e 14,3% diminuem absorção de vitamina B12. A utilização de diversos medicamentos de uso contínuo
pode acarretar prejuízo na absorção de nutrientes, aumentando o risco de desnutrição em idosos. Torna-se indispensável
a ação da equipe de saúde, através da avaliação criteriosa dos medicamentos administrados, dietoterapia e a interação
entre os mesmos, para beneficiar idosos com melhor aproveitamento da terapêutica e melhoria das condições nutricionais.

 


Palavras-chave


Saúde do idoso; Interações alimento-droga; Instituição de longa permanência para idosos

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447