AVALIAÇÃO DA SAÚDE BUCAL DE IDOSOS POR ENFERMEIROS: VALIDADE E CONFIABILIDADE DO INSTRUMENTO ASBTO

Ana Lúcia Schaefer Ferreira de Mello, Karoline Zimermann, Lucia Hisako Takase Gonçalves

Resumo


O objetivo do estudo foi aplicar o Instrumento “Avaliação da Saúde Bucal para Triagem Odontológica” (ASBTO) em idosos institucionalizados para determinação dos índices de validade e confiabilidade, quando da aplicação por Enfermeiros. Os exames foram executados por um Enfermeiro e por um Cirurgião-Dentista (CD) em 50 idosos de uma instituição de longa permanência. A determinação da consistência interna foi verificada por meio do Coeficiente Alfa de Cronbach e ANOVA. Para determinação da estabilidade e confiabilidade foram considerados os percentuais de concordância e teste Kappa. Não houve diferença estatística significante entre as médias finais obtidas pelo CD e pelo Enfermeiro (p=0,41). Houve maior consistência interna nos exames procedidos pelo CD. Os percentuais de concordância variaram de 60%, na categoria Lábio, até 90%, na categoria “Dentes naturais”. O Kappa total do instrumento alcançou 0,46. A utilização do ASBTO é passível por Enfermeiros. Faz-se necessária adequada capacitação e treinamento prático para padronização de critérios.

 

 


Palavras-chave


Idoso; Saúde Bucal; Instituição de Longa Permanência para Idosos

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447