CARACTERIZAÇÃO DAS VÍTIMAS E DOS ACIDENTES DE TRABALHO FATAIS

Fernanda Moura D Almeida Miranda, Leila Maria Mansano Sarquis, Elaine Dhermer de Almeida Cruz, Ana Lúcia Cardoso Kirchhof, Louise Aracema Scussiato

Resumo


Trata-se de uma pesquisa documental, quantitativa, descritiva, retrospectiva sobre os acidentes de trabalho fatais ocorridos no período de 2006 a 2010 e cujos trabalhadores foram atendidos no Hospital do Trabalhador, localizado em Curitiba/Paraná. Foram selecionadas 25 fichas de notificação pelo desfecho óbito. Objetivou-se caracterizar as vítimas e os acidentes de trabalho fatais. Os acidentes de trabalho fatais atingiram trabalhadores com idade média de 35 anos (desvio padrão=13,0694), do gênero masculino n=23 (92%). Os acidentes de trabalho típicos representaram n=13 (52%) dos casos. Uma das medidas preventivas propostas para reduzir esse número de acidentes de trabalho fatais é a realização de um trabalho educativo e preventivo nos ambientes de trabalho, pelos profissionais enfermeiros. Além disso, é necessário repensar a violência no trânsito também como um fator relevante de causa de morte de trabalhadores.

 


Palavras-chave


Acidentes de Trabalho, Mortalidade Ocupacional, Notificação de Acidentes de Trabalho, Saúde do Trabalhador.

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447