INFLUÊNCIAS DAS RELAÇÕES INTRAFAMILIARES NO COMPORTAMENTO DE CRIANÇAS QUE FREQUENTAM CRECHES PÚBLICAS DE ALFENAS

Michelly Rodrigues Esteves, Geisiane Karla Carrijo, Maria Betânia Tinti de Andrade, Lana Ermelinda da Silva dos Santos, Maria das Graças Carvalho Ferriani

Resumo


Nos últimos anos, as organizações sociais e familiares se modificaram, tornando as creches mais requisitadas pela
população. Nosso objetivo foi compreender as influências das relações intrafamiliares no comportamento das crianças
de 0 a 3 anos, que frequentam creches, por meio das experiências vivenciadas por seus monitores. Pesquisa qualitativa,
utilizando a Trajetória Fenomenológica, com entrevista de 12 monitores de seis creches públicas municipais. Como
categorias: reprodução de comportamentos apreendidos no ambiente familiar; integração família-creche como
facilitadora do trabalho desempenhado pelos monitores; déficit de cuidados higiênicos oferecidos pela família. Estudos
futuros poderão promover melhorias nas ações dos cuidadores frente às necessidades infantis, apontando para uma
melhor qualidade de vida das crianças, contribuindo para o desenvolvimento de todo o seu potencial.


Palavras-chave


Criança; Família; Creches

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447