CLASSIFICAÇÃO DE PACIENTES INTERNADOS EM UMA UNIDADE TRAUMATOLÓGICA

Mônica de Morais, Graciele Fernanda da Costa Linch, Emiliane Nogueira Souza

Resumo


Estudo com o objetivo de classificar pacientes de acordo com o grau de dependência da assistência de enfermagem, dimensionar a equipe de enfermagem e correlacionar os instrumentos utilizados. Foram utilizados os instrumentos de Perroca e Fugulin para classificar os pacientes internados durante 30 dias. O dimensionamento da equipe de enfermagem foi realizado conforme recomendação do Conselho Federal de Enfermagem. Incluiu-se 157 pacientes, sendo 42,0% classificados com o grau de dependência de cuidados intermediários e, em 50,3% dos pacientes, o grau de dependência foi classificado como “cuidados mínimos”. Em relação ao dimensionamento da equipe de enfermagem, o quadro de funcionários existente no setor pesquisado era de 20 funcionários, e o necessário seria de 32 funcionários, divididos nos quatro turnos. Os instrumentos apresentaram uma forte correlação (rp=0,88). Acredita-se que a classificação de pacientes com vistas ao dimensionamento da equipe de enfermagem pode oferecer mais qualidade ao cuidado. 

 


Palavras-chave


Enfermagem; Cuidados de Enfermagem; Classificação; Gerenciamento do Tempo; Dimensionamento de Pessoal

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447