IDENTIFICAÇÃO DO DIAGNÓSTICO DE ENFERMAGEM “RISCO DE QUEDAS EM IDOSOS COM ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL”

Huana Carolina Cândido Morais, Gabrielle Fávaro Holanda, Ana Railka de Souza Oliveira, Alice Gabrielle de Sousa Costa, Camila Monique Bezerra Ximenes, Thelma Leite de Araujo

Resumo


Estudo proposto para verificar a presença do diagnóstico de enfermagem (DE) “Risco de quedas de idosos com acidente vascular cerebral (AVC)”. Trata-se de estudo observacional, exploratório, transversal, com análise descritiva, realizado em uma associação beneficente de reabilitação em Fortaleza/CE, Brasil, de janeiro a março de 2010, por fonte primária, com entrevista e exame físico, com idosos que tiveram pelo menos um episódio de AVC. Participaram 37 indivíduos: 20 (54,1%) mulheres, média de 70,6 anos; 18 (48,6%) residiam com companheiro, média de 5,2 anos de estudo. O Risco de quedas foi identificado em todos os idosos. Dentre os fatores de risco identificados, destacaram-se: Equilíbrio prejudicado (100%), Idade acima de 65 anos (83,7%) e Déficit proprioceptivo (83,7%). Os enfermeiros devem considerar o risco de quedas como um dos enfoques do cuidado de enfermagem, bem como implementar e avaliar os resultados de intervenções relativas à prevenção de quedas.



Palavras-chave


Enfermagem,Diagnóstico de Enfermagem, Fatores de risco, Acidentes por quedas, Acidente cerebral vascular, Idoso

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447