ESTRATÉGIA EDUCATIVA VOLTADA PARA ENFERMEIROS SOBRE ATENÇÃO BÁSICA À INFERTILIDADE: ESTUDO DE INTERVENÇÃO

Andrezza Alves Dias, Escolástica Rejane Ferreira Moura, Paula Sacha Frota Nogueira, Janaína Fonseca Victor Coutinho, Mônica Oliveira Batista Oriá

Resumo


Objetivou-se avaliar o impacto de estratégia educativa abordando assistência à infertilidade e verificar práticas introduzidas no cotidiano laboral dos participantes após intervenção. Pesquisa-ação, desenvolvida com 11 enfermeiras da Estratégia Saúde da Família de Fortaleza-CE, por meio da leitura de fôlder em “roda de conversa”. Os dados foram coletados em agosto e outubro de 2010, anteriormente, imediatamente após e decorridos 60 dias da intervenção. Constatou-se aumento do nível de conhecimento imediatamente após a intervenção, quando todas as participantes obtiveram nível de conhecimento “mais que bom” ou “muito bom”, deixando de se enquadrarem nos níveis “pouco” e “bom”, como ocorreu antes da intervenção; com 60 dias, registrou-se nível de conhecimento “bom”, constatando relativo declínio no conhecimento. Houve autorreconhecimento com relação à capacidade de introduzir práticas no cotidiano laboral após a intervenção, confirmando impacto positivo da intervenção.

 


Palavras-chave


Enfermagem; Infertilidade; Conhecimento

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447