A ENFERMEIRA NO CUIDADO AOS PACIENTES SUBMETIDOS AO ECO-STRESS FARMACOLÓGICO: IMPLICAÇÕES PARA A PRÁTICA CLÍNICA

Marta Georgina Oliveira de Goes, Liana Lautert, Amália Fátima Lucena

Resumo


Estudo que teve por objetivos identificar os sinais e sintomas prévios e os ocorridos durante o exame de eco-stress farmacológico, descrever a atuação da enfermeira e os pressupostos para o cuidado de enfermagem na realização desse exame. Trata-se de pesquisa exploratório-descritiva, em uma unidade diagnóstica cardiológica de um hospital universitário de Porto Alegre. Foram estudadas, retrospectivamente, 246 fichas de registros de pacientes submetidos ao eco-stress, com quatro diferentes protocolos farmacológicos. A análise estatística apontou que os sinais e sintomas associados ao tipo de fármaco utilizado durante o exame foram, prevalentemente: angina típica, dor precordial, cansaço, cefaleia e extrassístoles. Esses resultados propiciaram conhecer melhor o eco-stress farmacológico, de forma a instrumentalizar a enfermeira para a prática clínica, tanto na organização da unidade para a realização do exame quanto no cuidado ao paciente submetido ao mesmo.

 

 


Palavras-chave


cocardiografia sob Estresse; Cuidados de Enfermagem; Papel do Profissional de Enfermagem

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447