O significado do ensino por telefone sobre a insulina para pessoas com Diabetes Mellitus

Camila Aparecida Pinheiro Landim, Carla Regina de Souza Teixeira, Raquel Citro, Darlene Suellen Antero Travagim, Tânia Alves Canata Becker, Talita Balaminut, Emília Campos de Carvalho

Resumo


Objetivou-se identificar o significado do acompanhamento por telefone sobre o processo de preparo e aplicação de insulina para pessoas com diabetes Mellitus (DM). Estudo descritivo, de abordagem qualitativa, com 26 pessoas com DM tipo 2 em uso de insulina, participantes de um programa brasileiro de automonitorização da glicemia capilar no domicílio que emprega o uso do telefone como estratégia de enfermagem. Utilizou-se entrevista dirigida, em único contato telefônico, com questões fundamentadas na Teoria Representacional de Significado de Ogden Richards. O significado obtido conteve aspectos relacionados ao processo ensino-aprendizagem e à ajuda percebida pela estratégia (símbolo), elementos relacionados ao manuseio da insulina (referente) e o reconhecimento do acompanhamento por telefone como comodidade, tranquilidade, atenção e tempo para o esclarecimento de dúvidas(pensamento). Considera-se esta estratégia adequada para orientação de pessoas com DM em uso de insulina.


Palavras-chave


Ensino; Telefone; Insulina; Diabetes Mellitus; Enfermagem.

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447