Análise da produção científica acerca da atenção ao recém-nascido de baixo peso em UTI

Caroline Sissy Tronco, Cristiane Cardoso de Paula, Stela Maris de Mello Padoin, Tassiane Ferreira Langendorf

Resumo


O objetivo deste estudo foi analisar a natureza e tendência dos artigos na temática saúde do recém nascido de baixo peso. Trata-se de uma revisão integrativa desenvolvida em agosto de 2009, a partir dos descritores: “recémnascido de baixo peso” or “recém-nascido de muito baixo peso” and “unidades de terapia intensiva neonatal”, no recorte temporal 1990-2008. A amostra de 608 resumos foi submetida à análise de conteúdo temática. Nos resultados, os estudos de natureza clínico-epidemiológica contemplam os fatores de risco do baixo peso e morbimortalidade neonatal e os de tendência assistencial contribuem com as rotinas e cuidados prestados. Evidenciam-se os avanços na atenção a saúde do recém-nascido, a complexidade clínica e as implicações para sua assistência. Destaca-se a lacuna de pesquisas que aponte a subjetividade, o apoio e a inclusão das famílias nos cuidados e no enfrentamento dessa situação.


Palavras-chave


Recém-nascido de baixo peso. Recém-nascido de muito baixo peso. Unidades de Terapia Intensiva Neonatal.

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447