Condições de saúde auto-referidas de professores de uma universidade regional

Rosane Teresinha Fontana, Débora Avello Pinheiro

Resumo


Trata-se de uma pesquisa com desenho epidemiológico transversal com o objetivo de investigar as condições de saúde auto-referidas de professores universitários e a interface com sua ocupação. Os dados foram coletados através de questionários auto aplicados a 34 professores de uma universidade regional comunitária e analisados empregando-se a estatística descritiva. A lombalgia e o cansaço foram queixas prevalentes e a exposição aos riscos biológicos são freqüentes na atividade ocupacional dos respondentes. A aprendizagem dos alunos representa a maior satisfação no trabalho. Acredita-se que o autocuidado e a valorização dos gestores e alunos à atividade acadêmica dos docentes podem contribuir para a promoção da saúde deste trabalhador.


Palavras-chave


Docentes. Saúde do trabalhador. Processo saúde-doença. Riscos ocupacionais

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447