A convivência com a doença de Parkinson na perspectiva.

Fabiana Magalhães Navarro-Peternella, Sonia Silva Marcon

Resumo


O objetivo do estudo foi investigar como é para parkinsonianos e familiares conviver com a doença de Parkinson. Estudo descritivo de natureza qualitativa, desenvolvido com dez indivíduos com doença de Parkinson e um familiar de cada, totalizando vinte informantes, sendo os dados coletados por meio de questionário semiestruturado. Da análise de conteúdo verificamos que apesar das dificuldades, muitos demonstram aceitação ou conformidade em relação às limitações da doença, outros continuam experenciando revolta e esperança pela cura. As maiores mudanças evidenciadas pelo parkinsoniano e seus familiares estão relacionadas com a questão da dependência, perda da autonomia para o trabalho e atividades de vida diária, que acarretam mudanças em toda a dinâmica familiar. Desta forma, pequenas intervenções poderiam contribuir para uma melhor convivência com a doença.


Palavras-chave


Família; Doença de Parkinson; Doença crônica; Relações interpessoais.

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447