Competências da enfermeira de ligação na alta hospitalar

Gisele Knop Aued, Elizabeth Bernardino, Otília Beatriz Maciel da Silva, Maria Manuela Martins, Aida Maris Peres, Leticia Siniski de Lima

Resumo


Objetivo: Identificar as competências da enfermeira de ligação na alta hospitalar à luz do referencial teórico Cuidar de Enfermagem Baseado nas Forças. Método: Estudo descritivo, qualitativo, desenvolvido na província do Québec- Canadá, com 23 enfermeiras de ligação. Os dados foram coletados de março a julho de 2016, por meio de um questionário semiestruturado via plataforma eletrônica Survey Monkey® e analisados pela análise de conteúdo com apoio do software Qualitativa Data Analysis Miner. Resultados: As categorias que emergiram foram: competências relacionadas ao cuidado com o paciente, competências relacionadas às características pessoais da enfermeira de ligação e competências gerenciais. Considerações finais: As enfermeiras de ligação detêm um conjunto de competências de diferentes dimensões, o que proporciona o cuidado centrado na pessoa, em suas potencialidades e assegura a continuidade do cuidado para o paciente com alta hospitalar. Palavras-chave: Enfermagem. Competência profissional. Alta do paciente. Cuidado transicional. Continuidade da assistência ao paciente. Teoria de enfermagem

Palavras-chave


Enfermagem. Competência profissional. Alta do paciente. Cuidado transicional. Continuidade da assistência ao paciente. Teoria de enfermagem

Texto completo:

PORTUGUÊS


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447