Diabetes mellitus e o descarte de seringas e agulhas

Carmen Elisa Villalobos Tapia

Resumo


Entre as doenças que produzem uma grande quantidade de lixo de saúde, os indivíduos portadores de diabetes mellittus insulino-dependentes são importantes produtores de lixo sólido de saúde. O principal objetivo deste estudo é identificar como os diabéticos insulino-dependentes fazem o descarte das seringas e agulhas utilizadas nas suas residências. O método da pesquisa foi o estudo descritivo. A população pesquisada foi constituída de 70 indivíduos insulino-dependentes. A coleta de dados foi realizada por meio de questionário, no período de outubro de 2006 a março de 2007. Dentro dos resultados relevantes, nos quais 100% não sabem o que é lixo biológico e 51,43% descartam no lixo comum as agulhas e seringas e desconhecem o percurso do lixo até o aterro, demonstrase a importância de conscientizar e educar a população dos riscos desta prática como fundamental para o meio ambiente.


Palavras-chave


Educação em enfermagem; Diabetes mellitus; Eliminação de resíduos de serviços de saúde; Saúde

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447